O Livro da minha Vida…

Galaxy S5 Wallpaper
Galaxy S5 Wallpaper

É um livro de folhas coloridas, outras a preto e branco…
Umas são doces, outras onde foram derramadas lágrimas salgadas…
Umas estão vincadas, outras estão coladas…
Umas quase sem fim, outras em branco …
Capítulos enormes e capítulos pequenos …
Derrotas e conquistas…

Mas é um Livro que fui, e vou, vivendo com Fé e bastante optimismo 🙂 mesmo com páginas a preto e branco, onde foram derramadas lágrimas salgadas, coladas, em branco e com derrotas. Tudo são obstáculos que nos ajudam a subir na Vida 🙂
Toda a rosa é bela, mesmo com os seus espinhos, pois são eles que lhe proporcionam mais beleza 🙂
A página 13 de Fevereiro de 2004 está assinalada com um marco feito por Deus, foi Ele que o assinalou :), para trás ficaram páginas leves e outras um pouco manchadas :(.
A partir desse dia tanta coisa mudou… eu própria sou e estou diferente, e agradeço a Deus por toda a mudança que Ele tem feito na minha vida, pois sem Ele eu nada sou e Lhe devo a chance de continuar a viver :).
Ele, eu testemunharei a cada dia que passa… Continuarei a passar o testemunho àqueles que não o conseguem ou não têm querido vê-lo dentro de si… àqueles que só se lembram dele nas horas de angústia…
Quando o sol brilha todos vão passear, mas poucos são os que Lhe agradecem pelo belo dia que Lhes ofereceu, mas quando chove, alguns respingam porque o dia não está como desejavam e assim não podiam fazer o Que tinham planeado…
Muitas vezes faço viagens pelo meu livro fora 🙂 e revivo momentos de diversos sentimentos… Faço as malas onde levo Audácia, Entusiasmo, Determinação, Verdade, Doçura, Paciência, Alegria… A bagagem fica pesada, mas Deus colocará a sua mão sob toda a carga e tudo se torna mais simples :).
A primeira paragem é feita em folhas coloridas, onde fui feliz, por aquilo que desejei fazer e consegui, e por aqueles que ajudaram a tornar possível :)… vou caminhando… avisto aquelas que estão a preto e branco, aquelas em que sonhei fazer algo, mas que não foi possível, pois os sonhos às vezes incluem mais alguém além de nós, e essas pessoas nem sempre gostam ou concordam com o que desejamos… Tornando nossos sonhos desfeitos… perdendo a cor…
Embarco novamente e velejo até às folhas que contém doçura :), onde passei momentos maravilhosos e alguns com pessoas lindas 🙂 deliciando-me com histórias que ainda hoje recordo com muito Amor e Carinho 🙂 … vou remando um pouco mais e navego sobre algumas lágrimas de tristeza onde perdi pessoas que tanto gostava… chego ao porto de desembarque e apanho voo que me leva a marcas que me timbraram o coração 🙂 marcas deixadas com fragrâncias, sabores, melodias… em que cada vez que sinto um certo perfume, saboreio um determinado alimento, ou escuto uma melodia, me lembro de momentos lindos que passei, e alguns com pessoas maravilhosas :)… subo um pouco mais, mas não consigo entrar… as folhas estão coladas… Espera! Há um letreiro que diz: “Proibida a entrada! Aqui encontram-se pessoas que não desejam a tua felicidade” Por este motivo se encontram coladas, pois não interessa a ninguém folhear páginas de tristeza e amargura…
Continuo viagem e entro em folhas em branco, uma folha em que a rotina tomou conta de mim e os dias perderam o sabor… 😦 voo mais rápido e entro numa imensidão de palavras… páginas… histórias infinitas… Momentos repletos de sentimentos eternos… 🙂 capítulos enormes cheios de aventura, Entusiasmo, Determinação, Doçura e Alegria 🙂
Outros capítulos onde houve momentos em que a Audácia, Determinação, Verdade, Paciência eram os que mais precisava para vencer mais um dia …
Chego a terra e vou caminhando por folhas de derrotas, momentos em que eu ainda não tinha encontrado Deus dentro de mim… caminho um pouco mais à frente… deparo-me com folhas de Triunfos, em que Deus me deu a mão e Caminhou comigo 🙂 Desde esse momento eu tenho a minha vida entregue nas suas mãos 🙂 pois tenho a certeza que Ele fará tudo o que for certo para mim :), embora sempre o tenha feito, mas ainda não tinha percebido os seus sinais…
Esta viagem foi feita à volta de toda a minha vida, não me canso de viajar a certos lugares da minha existência 🙂
Quando estou em baixo, percorro por páginas coloridas, doces, vincadas e de conquistas 🙂
Quando estou perante escolhas, divago por folhas em que cometi erros, para não voltar cometer os mesmos.
Deus é a capa do meu livro :). A capa que me dá abrigo, que me envolve em Força, Coragem, Verdade…
Esta capa que eu cuidarei com muito cuidado e revelarei a quem deseja conhecer-me melhor :).

Anúncios

Ser Madrinha

Daniela Gameiro

Ser Madrinha é Maravilhoso, quando ambas as partes colaboram em conjunto.
Ser Madrinha, é gratificante quando notamos que fomos “convidadas” para desempenhar um papel, que alguém pensou que seríamos a pessoa ideal para o realizar. E pode observar-se através de demonstração de interesse e afecto por parte dessa pessoa, a/o afilhada/o.
De que adianta ser escolhida para executar tal função, e nunca ser lembrada, ou apenas ser recordada quando há uma urgência?
Sou Madrinha e posso dizer que gosto muito 🙂
Receber um postalinho mostrando que fomos lembradas 🙂 uma mensagem no telemóvel a dizer “Olá” 🙂 tem sido uma das formas que me tem alegrado imenso e ter orgulho, porque não somos apenas madrinha no papel.
Assim como ser amiga, não é um papel que trazemos escrito nas costas para toda a gente ver, é um “papel” que devemos mostrar através de atitudes e palavras “Palpáveis”, palavras que se vêem e não só se ouvem. Porque o melhor exemplo é aquele que se transforma em acção.
Madrinha no papel, é Teórica, fora dele é Prática.
É mostrar-se interessada em saber da Felicidade do seu afilhado e contribuir para ela.
É disponibilizar o seu tempo para o ouvir e transmitir-lhe algo útil.
Ser Madrinha é bom e eu recomendo! 😀

Obrigada Daniela por me teres vindo a fazer sentir uma Madrinha feliz 😀 Gosto muito de Ti 😀 e és muito importante para mim 😀 Tenho aprendido imenso contigo, espero que aprendas muitas coisas boas comigo 😀

Ansiedade…

Ansiedade… faz-nos fugir o chão dos nossos pés e cria-nos uma ânsia de obter algo que nos falta. No fundo, ansiedade é o desejo incessante de obtermos algo que nos faz falta, cegando-nos do que nos rodeia.
Faz com que ignoremos o que estamos a viver, por algo que desejamos tanto obter…
Cria-nos ilusões acerca do que ambicionamos, e não nos deixa “ver”, “tocar”, “saborear” o que nos é apresentado no presente.
O ser humano, quando Ansioso, caminha numa estrada em que, tudo o que lhe é “oferecido” para desfrutar, se torna transparente, pois o que ele apenas quer ver é aquilo que tanto deseja, tendo já criado uma imagem na sua mente.
Vai caminhando até que, consegue obter o que tanto desejava. Mas na grande parte das vezes não tem relação possível com o que idealizou em mente, tornando-se desilusão, e nem sempre chega a acontecer como desejaria… Porquê? Porque, como falei anteriormente, o caminho feito com ansiedade torna-se transparente, e muitas coisas não queremos ver, sendo muitas delas “Importantes” para nos apercebermos de algumas mudanças de planos que possam interceptar-nos e mudar-nos o rumo ao encontro do que desejamos.

Logo, o melhor mesmo, é levarmos a vida com naturalidade, e esperar que seja ela a conduzir-nos àquilo que sonhamos atingir. Com os pés assentes na terra, olhos e ouvidos atentos e “saborear” o “presente” que nos é oferecido todos os dias, para que não nos arrependamos do que poderíamos ter visto ou ouvido, e não o fizemos, por termos ignorado o que nos vai sendo oferecido. Sim oferecido… ao longo do caminho, vamos obtendo tudo o que necessitamos para obtermos o que é bom pra nós (que nem sempre é o que desejamos)
Mas mentalizemo-nos que aquilo que ambicionamos ter, nem sempre é o precisamos.
Posso assim terminar, dizendo que, o mais importante é Ser, e não Ter.
Porque o Ter não é para todo o ser Humano, e o Ser, faz do Ser Humano aquilo por que lutou e conseguiu devido ao seu esforço e dedicação.

Estado de Graça :)

É algo tão gracioso… tão dooooooce… tão suave… tão espiritual… tão… Maravilhoso!!!!
Algo tão mágico como acordar com o sol a brilhar entrando pelo nosso quarto, é ver ou ouvir, um resultado Positivo … aquele positivo tão aguardado…
O meu suou-me como um perfume Doce e Suave…
Como se um anjo tivesse descido até mim e me tivesse dito: “Mamã, cheguei… Cuida de mim, dá-me Carinho, Ama-me, Fala comigo…”
Este Ser lindo que Deus me enviou, é pequenino, tão frágil, tão leve e tão cheio de Amor enviado por Ele.
Cabe a mim defendê-lo dos sentimentos menos bons, das tristezas profundas que me tentem abalar (acabando por afectando-o), etc…
Quando soube que o meu coração tinha recebido uma visita e que eu teria de dar-lhe o melhor do melhor que nele se encontrava, este encheu-se de Alegria e Felicidade enormes… tão grandes que não conseguia guardar só para mim… Como uma encomenda chegada numa caixa de papelão enorme, impossível de caber num só armário…
Assim foi este Presente (a Felicidade), tão grande, que senti necessidade de “dividi-lo” apenas com as pessoas que me são mais importantes assim como o papá.

A emoção vai aumentando á medida que o tempo passa… e quando ouvimos o coraçãozinho dele a bater durante a ecografia… é algo mesmo mágico, assim como vê-lo no nosso interior, iluminando e aquecendo o nosso Coração.
Tão bom que é ver e sentir este Amor Incondicional crescer dentro de nós…
Um amor que cresce acompanhado de mútuos sentimentos, cresce graças a um Fermento especial, chamado Amor materno e fraterno.
Neste momento já sinto a mexer… sensação mais que Maravilhosa!!!
E ver os rosto do papá, enquanto está com a sua mão na barriguinha, sentindo os seus movimentos? Éde derreter o coração… pelo brilho dos seus olhos…
De facto, é Maravilhoso estar grávida, apesar dos enjoos, das náuseas, … Toda Felicidade tem um caminho difícil a percorrer, pois o sofrimento torna as vitórias mais valiosas.

Homenagem a um Anjo…

Farão dois anos que partiste,
Neste mês que vai correr,
A última vez que tu sorriste,
Eu jamais irei esquecer

São tantas as saudades,
Que o meu coração sente,
Por te lembrar no passado,
E viver sem ti no presente.

Não te verei no Futuro,
Mas recordarei teu sorriso,
Ás vezes pode ser duro,
Mas para viver, dele eu preciso.

A tua voz doce eu lembro,
O teu sorriso como sol,
Comparo-os ao mês de Setembro,
E á Luz de um farol.

O Setembro doce e suave,
Como o teu modo de falar,
O brilho dos teus olhos era
Luz do farol reflectindo no mar.

Quando me sinto fraca,
Meu pensamento está em ti,
Não imaginas como estou grata,
Por ter tido um avô assim.

Mesmo com dores tu sorrias,
Para esconder teu sofrimento,
Minhas emoções tu movias,
Todo o instante, todo o momento.

Hoje, sigo passos que seguiste.
Faço coisas que me ensinaste.
Lembro dias em que sorriste.
No meu coração ficaste…

… saudades…